Blog To Express, Not To Impress

03
Mar 10

“If I had my life to live over, I’d dare to make more mistakes next time. I’d relax, I would limber up. I would be sillier than I have been this trip. I would take fewer things seriously. I would take more chances. I would climb more mountains and swim more rivers. I would eat more ice cream and less beans. I would perhaps have more actual troubles, but I’d have fewer imaginary ones.

You see, I’m one of those people who lived sensibly and sanely, hour after hour, day after day. Oh, I’ve had my moments, and if I had to do it over again, I’d have more of them. In fact, I’d try to have nothing else. Just moments, one after another, instead of living so many years ahead of each day. I’ve been one of those persons who never goes anywhere without a thermometer, a hot water bottle, a raincoat and a parachute. If I had to do it again, I would travel lighter than I have.

If I had my life to live over, I would start barefoot earlier in the spring and stay that way later in the fall. I would go to more dances. I would ride more merry-go-rounds. I would pick more daisies.”

- Nadine Stair, 85 years old

 

Para Nadine Stair, pode ser tarde demais para começar, mas para nós, ainda podemos viver a vida que queremos.

Por isso:

VIVE!

publicado por Alex às 00:22
tags:

01
Mar 10

 


...nem mais, nem menos.

publicado por Alex às 18:41
tags:

25
Jan 10

 

"O importante não é aquilo que fazem de nós,
mas o que nós mesmos fazemos do que os outros fizeram de nós."

 


                                                                        Jean Paul Sartre

publicado por Alex às 11:54
tags:

13
Dez 09

Fernando Pessoa

Vale a pena ler/ver.

 

"...Nada é insubstituível..."

publicado por Alex às 14:45
tags: ,

11
Dez 09

publicado por Alex às 18:05
tags:

10
Dez 09

Maybe we’re not supposed to be happy.

Maybe gratitude has nothing to do with joy.

Maybe being grateful means recognizing what you have for what it is.

Appreciating small victories.

Admiring the struggle it takes to simply be human.

Maybe, we’re thankful for the familiar things we know.

And maybe we’re thankful for the things we’ll never know.

At the end of the day, the fact that we have the courage to still be standing is reason enough to celebrate.

                                        
Meredith Grey, Grey’s Anatomy
publicado por Alex às 16:41
tags:

04
Dez 09

publicado por Alex às 11:14
tags:

25
Nov 09


...é a realidade...

publicado por Alex às 16:33
tags:

15
Nov 09

publicado por Alex às 19:15
tags: , ,

publicado por Alex às 18:52
tags:

10
Nov 09

 

Verdade...

publicado por Alex às 16:52
tags:

The fantasy is simple. Pleasure is good. And twice as much pleasure is better. That pain is bad. And no pain is better. But the reality is different. The reality is that pain is there to tell us something. And there is only so much pleasure we can take without getting a stomachache. And maybe that’s okay. Maybe some fantasies are only supposed to live in our dreams.

Meredith Grey, Grey’s Anatomy
publicado por Alex às 11:10

05
Nov 09

Fantásticos 4 minutos dos filme "Up - Altamente"


Estes 4 minutos retratam o que todos procuramos...um amor perfeito...viver com a pessoa das nossas vidas até ao fim...

 

Lindo.

publicado por Alex às 17:58

04
Nov 09

“Eu não sou linear.

Eu não sou uma pessoa terminada, eu não quero rótulos nem roteiros prontos, não existe começo nem fim em mim.

Eu existo.

Não sou produto, sou só coração.

Vivo em um meio que me parece eterno. Um meio que me faz escrever, ser e mudar a cada dia.

Se eu eu começasse a escrever minha vida, seria assim: …

Percebe? Eu sei que sim. Eu sou reticências. Sou 3 pontinhos. Sou o não-dito. Sou emoção e desejo.

Palavras são o meu antídoto. Anti-monotonia, anti mau-humor, anti todo o amor que não há.”

                                                                                                                              Fernanda Mello

 

 

publicado por Alex às 11:17

30
Out 09

Primeiro você cai num poço. Mas não é ruim cair num poço assim de repente? No começo é. Mas você logo começa a curtir as pedras do poço. O limo do poço. A umidade do poço. A água do poço. A terra do poço. O cheiro do poço. O poço do poço. Mas não é ruim a gente ir entrando nos poços dos poços sem fim? A gente não sente medo? A gente sente um pouco de medo mas não dói. A gente não morre? A gente morre um pouco em cada poço. E não dói? Morrer não dói. Morrer é entrar noutra. E depois: no fundo do poço do poço do poço do poço você vai descobrir quê.

Caio Fernando Abreu, Nos Poços, em O Ovo Apunhalado.
publicado por Alex às 12:03
tags:

29
Out 09


“Age does not protect you from love, but love to some extent protects you from age.”

Jeanne Moreau

publicado por Alex às 10:49

23
Out 09

publicado por Alex às 15:15
tags:

 

A vida é como a música. Deve ser composta de ouvido, com sensibilidade e intuição, nunca por normas rígidas.

Butler, Samuel
publicado por Alex às 14:46

19
Out 09

publicado por Alex às 11:02
tags:

16
Out 09

“Todos os dias o ciclo se repete, às vezes com mais rapidez, outras mais lentamente. E eu me pergunto se viver não será essa espécie de ciranda de sentimentos que se sucedem e se sucedem e deixam sempre sede no fim.”

                                                                                                        Caio Fernando Abreu

publicado por Alex às 10:20

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds