Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blow My Mind

Blog To Express, Not To Impress

Blog To Express, Not To Impress

Blow My Mind

29
Dez09

De Olhos Fechados

Alex

Não há quem não feche os olhos ao comer, não há quem não feche os olhos ao cantar a música favorita, não há quem não feche os olhos ao beijar, não há quem não feche os olhos ao abraçar.

Fechamos os olhos para garantir a memória da memória.

É ali que a vida entra e perdura, naquela escuridão mínima, no avesso das pálpebras. Concentramo-nos para segurar a dispersão, para segurar a barca ao calor do remo. O rosto é uma estrutura perfeita do silêncio. Os cílios se mexem como pedais da memória. Experimenta-se uma vez mais aquilo que não era possível. Viver é boiar, recordar é nadar.

Escrevo na água, no vento da água.

O passado sem os olhos fechados é como uma roupa enrugada. Sem corpo. Sem as folhas dos plátanos.

Fabrício Carpinejar
22
Dez09

Traduzir-me

Alex

"Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.
Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira..."


Ferreira Gullar

18
Dez09

Si Tu Me Olvidas

Alex

QUIERO que sepas
una cosa.

 

Tú sabes cómo es esto:
si miro
la luna de cristal, la rama roja
del lento otoño en mi ventana,
si toco
junto al fuego
la impalpable ceniza
o el arrugado cuerpo de la leña,
todo me lleva a ti,
como si todo lo que existe,
aromas, luz, metales,
fueran pequeños barcos que navegan
hacia las islas tuyas que me aguardan.

 

Ahora bien,
si poco a poco dejas de quererme
dejaré de quererte poco a poco.

 

Si de pronto
me olvidas
no me busques,
que ya te habré olvidado.

 

Si consideras largo y loco
el viento de banderas
que pasa por mi vida
y te decides
a dejarme a la orilla
del corazón en que tengo raíces,
piensa
que en ese día,
a esa hora
levantaré los brazos
y saldrán mis raíces
a buscar otra tierra.

 

Pero
si cada día,
cada hora
sientes que a mí estás destinada
con dulzura implacable.


Si cada día sube
una flor a tus labios a buscarme,
ay amor mío, ay mía,
en mí todo ese fuego se repite,
en mí nada se apaga ni se olvida,
mi amor se nutre de tu amor, amada,
y mientras vivas estará en tus brazos
sin salir de los míos.

13
Dez09

Muito...

Alex

 

"E assim sou, fútil e sensível, capaz de impulsos violentos e absorventes, maus e bons, nobres e vis, mas nunca de um sentimento que subsista, nunca de uma emoção que continue, e entre para a substância da alma.

Tudo em mim é a tendência para ser a seguir outra coisa, uma impaciência da alma consigo mesma, como com uma criança inoportuna, um desassossego sempre crescente e sempre igual. Tudo me interessa e nada me prende.

Atendo a tudo sonhando sempre, fixo os mínimos gestos faciais de com quem falo, recolho as entoações milimétricas dos seus dizeres expressos, mas, ao ouvi-lo, não o escuto, estou pensando noutra coisa, e o que menos colhi da conversa foi a noção do que nela se disse, da minha parte ou da parte de com quem falei.

Assim, muitas vezes, repito a alguém o que já lhe repeti, pergunto-lhe de novo aquilo a que ele já me respondeu; mas posso descrever, em quatro palavras fotográficas, o semblante muscular com que ele disse o que me não lembra, ou a inclinação de ouvir com os olhos com que recebeu a narrativa que me não recordava ter-lhe feito. Sou dois, e ambos têm a distância - irmãos siameses despegados."


(Livro do Desassossego, Bernardo Soares - Fernando Pessoa)

10
Dez09

Tal e qual!

Alex

Este gráfico parece que foi feito a pensar em mim!

A altura do dia em que sinto que o cabelo está "au point" é exactamente à noite em casa depois de um dia de trabalho! Repito: dia de trabalho!!!

Porque se eventualmente, ao sábado...daqueles em que dormimos metade do dia, porque à noite temos uma saída...a meio/fim da tarde é que começo o dia, com o duche do costume...não é a mesma coisa! O raio do cabelo parece que precisa de, no mínimo, 10 horas (!) até lhe apetecer ficar um espectáculo.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2009
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D