Blog To Express, Not To Impress

30
Out 09

Untitled from Victor Del Toro on Vimeo.

Que música!?
Não oiço música nenhuma!

publicado por Alex às 18:54
tags: ,

...I Might Have To Wait
I'll Never Give Up
I Guess It's Half Timing
And The Other Half's Luck
Wherever You Are
Whenever It's Right
You Come Out Of Nowhere And Into My Life..
.


Primeiro você cai num poço. Mas não é ruim cair num poço assim de repente? No começo é. Mas você logo começa a curtir as pedras do poço. O limo do poço. A umidade do poço. A água do poço. A terra do poço. O cheiro do poço. O poço do poço. Mas não é ruim a gente ir entrando nos poços dos poços sem fim? A gente não sente medo? A gente sente um pouco de medo mas não dói. A gente não morre? A gente morre um pouco em cada poço. E não dói? Morrer não dói. Morrer é entrar noutra. E depois: no fundo do poço do poço do poço do poço você vai descobrir quê.

Caio Fernando Abreu, Nos Poços, em O Ovo Apunhalado.
publicado por Alex às 12:03
tags:

 

...Even if you’re a cardboard box.”

Bunnyrel

publicado por Alex às 11:19

 

publicado por Alex às 10:52
tags:

29
Out 09

"Art doesn’t help people, people help people"

 

Pintura de "Herakut" no âmbito do  Artotale festival

publicado por Alex às 18:48
tags:

When you walk through a storm
Hold your head up high
And don’t be afraid of the dark
At the end of the storm
There’s a golden sky
And the sweet silver song of a lark

Walk on through the wind
Walk on through the rain
Tho’ your dreams be tossed and blown
Walk on, walk on
With hope in your heart
And you’ll never walk alone
You’ll never walk alone

                   You'll Never Walk Alone - Michael Ball

publicado por Alex às 15:47
tags:


“Age does not protect you from love, but love to some extent protects you from age.”

Jeanne Moreau

publicado por Alex às 10:49

28
Out 09

Gymnophobia:

 

  • Derived from the Greek "gymnos" (naked) and "phobos" (fear). The word "gymnasium" comes from the Greek "gymnasion" (a place for athletic exercises) and the Greek "gymnasein" (to train naked).

 

An abnormal and persistent fear of nudity. Sufferers of this phobia experience undue anxiety even though they realize their fear is irrational. They may worry about seeing others naked or being seen naked, or both. Their fear may stem from anxiety about sexuality in general, from a fear that their bodies are physically inferior, or from a fear that their nakedness leaves their bodies--and their personalities--exposed and unprotected.


publicado por Alex às 16:57

“Há quem diga que todas as noites são sonhos.
Mas há também quem diga que nem todas, só as de verão.
Mas no fundo isso não tem importância.
O que interessa mesmo não são as noites em si, são os sonhos.
Sonhos que o homem sonha sempre.
Em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.”

Sonhos de uma noite de verão - William Shakespeare

publicado por Alex às 12:32

27
Out 09

 

One couple.

One quiet Sunday in the city.

A lot to talk about.

A short film by Barry Jenkins.

 

 

publicado por Alex às 17:33
tags:

26
Out 09

"São enormes as letras
Que inventaram as palavras
E dão forma aos abraços
De ombros enlaçados
Frases únicas e intermináveis
Que desenham nos céus
Momentos que as nuvens aninham
E acarinham no firmamento
Todos os gestos das tuas mãos
Vestem cada canto do meu corpo
Como folhas imensas de uma árvore
De onde brota toda a tua alma
"

                                            Madalena Palma - Aliciante

publicado por Alex às 18:43
tags:

publicado por Alex às 12:20
tags:

erotomania

s. f.
1. Desordem mental caracterizada pela predominância de ideias amorosas ou sexuais.

     2. Delírio erótico.

publicado por Alex às 12:03

Úntame de amor y otras fragancias de su jardín secreto.
Riégame de especias que dejen mi vida impregnada de tu olor.
Sácame de quicio.
Llévame a pasear atado con una correa que apriete demasiado.
Hazme sufrir.
Aviva las ascuas.
Ponme a secar como un trapo mojado.
No desates las cuerdas hasta que sea tarde.
Sírveme un vaso de agua ardiente y bendita que me queme por dentro,
que no sea tuya ni mía, que sea de todos.
Líbrame de mi estigma.
Llámame tonto.
Sacrifica tu aureola.
Perdóname.
Olvida todo lo que haya podido decir hasta ahora.
No me arrastres.
No me asustes.
Vete lejos.
Pero no sueltes mi mano.
Empecemos de nuevo.
Sangra mi labio con sanguijuelas de colores.
Fuma un cigarro para mí.
Traga el humo.
Arréglalo y que no vuelva a estropearse.
Échalo fuera.
Crúzate conmigo en una autopista a cien por hora.
Sueña retorcido.
Sueña feliz, que yo me encargaré de tus enemigos.
Dame la llave de tus oídos.
Toca mis ojos abiertos.
Nota la textura del calor.
Hasta reventar.
Sé yo mismo y no te arrepentirás.
¿Por cuánto te vendes?
Regálame a tus ídolos.
Yo te enviaré a los míos.
Píllate los dedos.
Los lameré hasta que no sepan a miel.
Hasta que no dejen de ser miel.
Sal, niega todo y después vuelve.
Te invito a un café.
Caliente claro.
Y sin azucar. Sin aliento.

Daniel Valdés - Filme: "Bailame el agua" (2000)

publicado por Alex às 11:22
tags:

23
Out 09


UTOPIA
(Sanderson Alex)

Hei de tocar o teu sonho
E fazer-me abstrato
Em teu mundo
Transpor os umbrais
De teu corpo
Conduzir-te ao
Delírio noturno
Sentir o teu cálido cheiro
Tornar-me teus deus
E teu homem
Manchar teu pudor
Com desejo
Fazer-te implorar
Por meu nome
Hei de invadir teu silêncio
Cantar-te
Inocentes mentiras
Olhar-te e calar o teu medo
Dar-te de mim outra vida
Hei de velar o teu sono
Cobrir-te na noite mais fria
Deixar-te sem servo
Nem dono
E tornar-me
A mais bela utopia.

publicado por Alex às 17:32
tags:

Hush now child,
and don't you cry
Your folks might understand you
by and by
Move on up
towards your destination
You may find
from time to time
Complications

Bight your lip
and take a trip
Though there may be
wet road ahead
You cannot slip
So move on up
and peace you will find
Into the steeple
of beautiful people
Where there's only one kind

So hush now child
and don't you cry
Your folks might understand you
by and by
Just move on up
and keep on wishing

Remember your dreams
are your only schemes
So keep on pushing
Take nothing less -
not even second best
And do not obey -
you must have your say
You can past the test


Move on up!

publicado por Alex às 16:23

abraçar

v. tr.
1. Cingir com os braços.
2. Dar um abraço em.
3. Compreender; estender-se a.
4. Admitir, aceitar, seguir.
5. Cercar.
v. pron.
6. Dar abraços recíprocos.
7. Aproximar-se de um ponto e segui-lo.
publicado por Alex às 15:50

publicado por Alex às 15:15
tags:

 

A vida é como a música. Deve ser composta de ouvido, com sensibilidade e intuição, nunca por normas rígidas.

Butler, Samuel
publicado por Alex às 14:46

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
24

25
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds