Blog To Express, Not To Impress

30
Set 09

...ficou assim depois de ouvir a comunicação ao país de Cavaco Silva...o climax total: a república das bananas tem, finalmente, um banana a presidente...

publicado por Alex às 16:38

 

“…há impossibilidade de ser além do que se é -
no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio,
sou mais do que eu, quase normalmente -
tenho um corpo e tudo que eu fizer é continuação
de meu começo……
a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou?
Bem, isso já é demais…”

                                    Clarice Lispector

publicado por Alex às 11:24

publicado por Alex às 11:01
tags:

28
Set 09

...substituir "the next boy" por "the next girl" :) ...

publicado por Alex às 16:01
tags:

25
Set 09

 

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas..

                       Mário Quintana

publicado por Alex às 18:46
tags:

publicado por Alex às 18:40
tags:

...que está entre a tarde de sexta e a madrugada de sábado... :)

publicado por Alex às 18:32
tags:

publicado por Alex às 11:53

Uma excelente animação sobre o tema "música no local de trabalho".

Quando alguém sintoniza uma determinada estação de rádio (rfm) ou coloca uma música, no início  pensas “Claro, podes pôr música sim, tranquilo!” mas aos poucos a música vai-te consumindo e passas a só escutar a música, e tudo nela te incomoda.

O que fazes?

Pedes pra desligar, mudar de estação, colocar outro cd...?

Mas e se for o teu chefe? :)

 

Como eu compreendo este personagem...as vezes que já supliquei que mudassem do raio da rfm que repete as mesmas músicas todo o santo dia...todos santos dias...da-se!

publicado por Alex às 11:12

24
Set 09

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.
                                 Carlos Drummond de Andrade

 

publicado por Alex às 10:40
tags:

Uma história muito bonita sobre uma menina que decide adoptar um monstro. Monstro esse que cresce conforme é amado. Quanto mais amor, mas ele crescre...Oh brother! :)

publicado por Alex às 10:25
tags:

23
Set 09

publicado por Alex às 18:19

 

... este prof. ainda não sabe que não deve meter-se com os "Alex"...ensinei essa lição a alguns...

...mas que este prof tem lata tem...

publicado por Alex às 12:26
tags:

22
Set 09

"Talvez quem vê bem não sirva para sentir
E não agrada por estar muito antes das maneiras.
É preciso ter modos para todas as coisas,
E cada coisa tem o seu modo, e o amor também.
Quem tem o modo de ver os campos pelas ervas
Não deve ter a cegueira que faz fazer sentir.
Amei, e não fui amado, o que só vi no fim,
Porque não se é amado como se nasce mas como acontece.
Ela continua tão bonita de cabelo e boca como dantes,
E eu continuo como era dantes, sozinho no campo.
Como se tivesse estado de cabeça baixa,
Penso isto, e fico de cabeça alta
E o dourado sol seca a vontade de lágrimas que não posso deixar de ter.
Como o campo é vasto e o amor interior...!
Olho, e esqueço, como seca onde foi água e nas árvores desfolha."
Alberto Caeiro

publicado por Alex às 15:34
tags:

"Podemos ficar sentados a noite inteira
À espera de um sinal que nunca chega,
Podemos num desespero sem nome perder
O gosto de tudo, enquanto o eu permanece
Brilhante, estupidamente brilhante,

A sussurrar-nos ao ouvido a desgraça;
Podemos, numa lufa-lufa, ir de filme
Em filme, de livro em livro, como quem
Sem terra procura uma casa, um lugar

A que possa chamar seu, onde tenha os seus
Pertences e tempo para rir
E tempo para se aborrecer.
Podemos ter pena de nós próprios,
Podemos viver."
                                               Carlos Bessa

publicado por Alex às 12:20
tags:

21
Set 09

“Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.”

Martha Medeiros

publicado por Alex às 18:30

18
Set 09

publicado por Alex às 17:59
tags:

Basta-me um pequeno gesto,
feito de longe e de leve,
para que venhas comigo
e eu para sempre te leve…

— mas só esse eu não farei.

uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes…

— palavra que não direi.

para que tu me adivinhes,
entre os ventos taciturnos,
apago meus pensamentos,
ponho vestidos noturnos,

— que amargamente inventei.

e, enquanto não me descobres,
os mundos vão navegando
nos ares certos do tempo,
até não se sabe quando…

                              Cecília Meireles

publicado por Alex às 16:09
tags:

 

...ora cá está muito bem explicadinho o porquê de eu não utilizar e não achar muita piada aos "lol's" e afins...

publicado por Alex às 16:00
tags:

17
Set 09

Várias crianças são colocadas numa sala fechada com um marshmallow à sua frente.

A mulher diz que vai sair e quando voltar trará mais um, mas APENAS o entregará se eles não comerem o Marshmallow que está bem ao alcance de suas pequenas boquinhas.

Hilariante!

 

Oh, The Temptation from Steve V on Vimeo.

publicado por Alex às 11:49
tags:

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
19

20
26

27
29


Amigos:
Zona Desportiva
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds